Opinião, Política

Delcídio está só e isto é bom

/ /

Ao ouvir a gravação que levou a prisão do senador Delcídio do Amaral se tem a sensação clara de que Delcídio não estava agindo por conta própria, que ele tinha “as costas quentes”. Não acredito que ele tenha sido um falastrão, ao indicar ao Bernardo Cerveró que teria mais influência ou contatos do que realmente tem. A gravação mostra também o tamanho do esquema da bandidagem e a certeza de que eles tinham de que sairiam impunes. Se não houvesse gravação talvez até as delações premidas pudessem realmente acabar anuladas, através de torpe manobra. Agora estaremos vigilantes em relação ao desejo explicitado de anular as delações premiadas.

É importante destacar que Delcídio está só. E isto pode ser muito bom para a Lava Jato. A Nota Oficial emitida pelo Partido dos Trabalhadores e assinada por Ruy Falcão deixou claro que o senador virou um leproso. Falcão diz que o partido “não se sente obrigado a qualquer gesto de solidariedade” pois o líder do governo no Senado “não estava atuando em nome do partido”. Segundo o G1, o líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), se “descontrolou completamente” ao ser informado que o ex-presidente Lula teria dito que Delcídio fez “coisa de imbecil” e “grande burrada”. A declaração de Lula foi mostrada a Delcídio durante o depoimento do senador para a Polícia Federal (PF) na superintendência da corporação em Brasília, onde o parlamentar está preso. Ficar sabendo dos adjetivos que Lula utilizou pode ter sido o empurrão que faltava para o senador aceitar a delação premiada, que já deve estar em negociação.

Bumlai é outro que deve estar desesperado para fechar a delação premiada e ser ver livre do cárcere ao qual nunca imaginou em sua vida. Ontem à noite a notícia era de que Bumlai havia pedido para falar diretamente com Moro. O juiz respondeu que as conversas devem ser feitas através de advogados.

Para ficarmos de olho:

O que vai surgir dos contratos que a PF foi buscar no BNDES do Rio de Janeiro. A caixa preta do BNDES finalmente será aberta? Aí vamos ver que até agora estávamos falando de migalhas…

O juiz Sergio Moro precisa descobrir quem está vazando informações e documentos da Lava Jato. O banqueiro André Esteves tinha a cópia da delação do Cerveró com anotações de próprio punho do ex-presidente da Petrobrás. Como pode isto???

Já que agora ficou um pouco difícil o Renato Duque talvez ele resolva abrir a boca.

Precisaríamos fazer um organograma para entender todos os desvios, implicações e tentáculos deste grande esquema de corrupção. O que fica muito claro é que era um “clubinho” Todos amigos, todos compadres. Relações íntimas e perigosas. Relações familiares.

Janeiro Promete. Veja as datas dos interrogatórios:

Moro marcou a data em que deverá interrogar José Dirceu no processo a que o ex-ministro responde na Justiça Federal do Paraná. O depoimento foi marcado para o dia 29 de janeiro de 2016, às 14h, na sede da Justiça em Curitiba.

– 20/01 – Milton Pascowitch, José Adolfo Pascowitch e Pedro José Barusco Filho;

– 22/01 – Julio Gerin de Almeida Camargo, Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura e Olavo Hourneaux de Moura Filho;

– 25/01 – João Vaccari Neto, Renato de Souza Duque, Roberto Marques e Júlio Cesar dos Santos;

– 27/01 – Cristiano Kok e José Antunes Sobrinho e Luiz Eduardo de Oliveira e Silva;

– 29/01 – Gerson de Melo Almada e José Dirceu de Oliveira e Silva.