Fernanda Barth ingressa com representação no CNJ contra juiz que decidiu pelo fim da cogestão no RS

A Vereadora da Capital Fernanda Barth (PRTB) irá ingressar com representação junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o Juiz Eugênio Couto Terra, que proferiu decisão na noite de sexta-feira suspendendo o sistema de cogestão no Rio Grande do Sul.

O documento considera que o juiz tem adotado posturas incompatíveis com o devido decoro aplicável ao cargo de magistrado, adotando publicamente atividade política partidária e opinião pública prévia sobre casos que acaba posteriormente por decidir, ficando a notória demonstração de incapacidade de atuar com imparcialidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

Acompanhe a
Fernanda barth

Receba em primeira mão todas as novidades da
Fernanda Barth no seu e-mail.

  • Faça parde do grupo no WhastApp