Porque dizer não ao Memorial Prestes

Li a matéria “Projeto antigo, polêmica recente”, sobre a inauguração do memorial Prestes, publicado na ZH (27/10), e teço as seguintes considerações. Chamar de nazifascistas quem protesta contra o memorial em homenagem ao Luiz Carlos Prestes é piada. Fascista é quem adora o Estado, quem quer o controle da vida das pessoas, quem quer que todo mundo pense igual, quem não aceita a diferença e nem o contraditório, como os comunistas ou os nazistas.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

Acompanhe a
Fernanda barth

Receba em primeira mão todas as novidades da
Fernanda Barth no seu e-mail.

  • Faça parde do grupo no WhastApp